A Questão Racial na Sociedade Brasileira: Políticas de Ação Afirmativa, o caso UERJ e os Manifestos dos Intelectuais

2. A Questão Racial na Sociedade Brasileira: Políticas de Ação Afirmativa, o caso UERJ e os Manifestos dos Intelectuais Maria Alice Rezende Gonçalves

A pesquisa tem como objetivo descrever as etapas de implantação e implementação das políticas de reserva de vagas para negros na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, bem como discutir os efeitos desse tipo de política pública na produção de duas visões antagônicas do Brasil expressas nos Manifestos dos Intelectuais de 2006 e 20008. No que tange ao debate de políticas de ação afirmativa para negros, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro se destaca por ser uma das primeiras universidades a implantar tais políticas, tornando-se, desse modo, um paradigma para outras experiências que se disseminaram por todo o país nas instituições de ensino superior estaduais e federais. Os quatro Manifestos dos Intelectuais encaminhados ao Supremo Tribunal Federal em 2006 e 2008 nos permitem pensar, entre outras questões: a identidade da nação brasileira, as políticas de inclusão baseadas na cor, a constitucionalidade ou inconstitucionalidade dessas políticas, e se estas estão fomentando um país segregado ou um país mais justo, democrático e inclusivo.

Copyright © 2017 Arte, Cultura e Poder

facebook_page_plugin