Livio Sansone

Livio_fotoLivio Sansone possui graduação em Sociologia - Universita degli Studi La Sapienza (1980), mestrado em Antropologia - Universiteit van Amsterdam (1986) e doutorado em Antropologia - Universiteit van Amsterdam (1992). Foi pesquisador do Instituto of Migration and Ethnic Studies da Universiteit van Amsterdam e vice-diretor científico do Centro de Estudos Afro-Asiáticos na UCAM, Rio de Janeiro. Atualmente é professor associado de antropologia na Universidade Federal da Bahia e pesquisador do Centro de Estudos Afro-Orientais ds FFCH/UFBA e integra o Programa Multidisciplinar de Pós-Graduac!ão em Estudos Étnicos e Africanos. É consultor ad hoc de CAPES, FAPESP, CNPq e Fapesb. Integra o Conselho Editorial das revistas Afro-Asia, Journal of Latin American and Caribbean Anthropology, Revista Digital Vibrant e Etnográfica (Lisboa). Integra a Comissão de Museus e Patrimonio da ABA. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia das Populações Afro-Brasileiras, atuando nos seguintes temas: hierarquias raciais e desigualdades duraveis, jovens, globalização, consumo, patrimonalização da cultura afro-brasileira e da negritude, Atlântico Negro, transito internacional das ideias de 'raça' e de emancipação do racismo, historia da antropologia e de sua relação com racismo e colonialismo. De março a junho de 2007 ocupou a Catedra Simon Bolivar no IHEAL, Sorbonne, Paris. Foi um dos coordenadores do Seminário Internacional Fábrica de Idéias X anos de experiência que teve lugar em Salvador de 15 a 17 de agosto 2007 com apoio da F.Ford, CNPq, Capes e Sephis Program. Atualmente coordena uma pesquisa sobre identidades e percepção das desigualdades no Recôncavo da Bahia, Senegal, Guiné Bissau e Cabo Verde. Junto com Myrian Santos, Antonio Motta, Sérgio Ferretti, Jamile Borges, Marcelo Cunha e outros pesquisadores, desenvolve o projeto para a criação do Museu Digital da Memória Africana no Brasil - www.museuafrodigital.ufba.br. Este projeto recebeu o apoio da Prins Claus Foundationda Holanda, Programa Pró-Cultura da Capes, FINEP e Programa Pró-África do CNPq, e funciona em parceria com a Biblioteca Nacional que será o depositário digital. Ele foi o presidente do XI CONLAB (Congreso Luso-Afro-Brasileiro de Ciencias Sociais) que se realizou em Salvador em agosto de 2011. E' vice-presidente da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em língua portuguesa. De setembro de 2010 a abril de 2012 ele foi assessor de relações internacionais da Reitoria da UFBA.

Currículo Lattes Projetos e Publicações

 

Copyright © 2017 Arte, Cultura e Poder

facebook_page_plugin